Factual

Jornalista presa por jogar bebida no rosto de policial ganha liberdade mediante tornozeleira e fiança

O caso aconteceu na noite de segunda-feira e gerou grande repercussão

13/10/2021 14:24:21
Reprodução/ Internet

A juíza plantonista Ana Graziela Vaz Correa decretou liberdade provisória mediante ao cumprimento de medidas cautelares a jornalista, servidora pública e mãe de dois filhos N.S., de 37 anos, que foi autuada em flagrante por desacato e resistência após xingar e jogar bebida no rosto de policial que fazia ronda nos arredores da Praça Popular. O caso aconteceu na noite de segunda-feira (11) e gerou grande repercussão pela forma como a autuada agiu e pela reação do policial no momento de sua detenção.
 
Dentre as cautelares, N.S. terá que usar tornozeleira eletrônica por noventa dias com intuito de ser monitorada pela justiça, proibição de mudança de endereço sem comunicação ao juízo, devendo mantê-lo atualizado. Há ainda imposição de fiança no valor de um salário. 

Ainda, terá que comparecer aos atos do processo para informar e justificar atividades,. Terá que se recolher das 22h às 6h, bem como a proibição de comparecer e frequentar bares, boates e congêneres.

Por fim, a juíza ainda condicionou a suspeita ao comparecimento em reuniões dos Alcoólicos Anônimos por um período de seis meses.

Ao analisar a prisão em flagrante, Ana Graziela analisou em sua decisão o seguinte fato: “Isto porque, no caso dos autos, a despeito dos antecedentes criminais da custodiada e de ficar demonstrado em audiência o menosprezo dela em relação ao Judiciário, não parecendo se importar com os processos que responde, sendo irônica e destratando a magistrada e o Promotor de Justiça, há que se considerar que os crimes a ela atribuídos são punidos com detenção, estando, portanto sujeita ao cumprimento da pena em regime diverso do fechado”.

Caso N.S. descumpra a determinação expedida pela justiça a respeito do pagamento da fiança e quaisquer outras cautelares impostas, isso acarretará na revogação do benefício da liberdade provisória com decretação de sua prisão.

O caso

Circulam nas redes sociais vídeos do momento que a mulher de 37 anos é presa em um bar na Praça Popular em Cuiabá, na madrugada desta terça-feira (11). A suspeita joga um copo com cerveja no rosto de um dos militares, que então entra no local e algema ela.

Os vídeos mostram o momento que a Polícia Militar se aproxima do bar, após a suspeita jogar uma garrafa na viatura que fazia policiamento no local. Um dos policiais chega perto da mulher, que joga cerveja no rosto dele. O policial entra e então começa o tumulto para conter a suspeita.


Olhar Direto
Fonte:



Outras Notícias Relacionadas